Abertura de Garagem

Viva,

No seguimento de um esquema para ligar um shelly ao portão da garagem que vi aqui (Portões de garagem com Shelly 1), optei também por usar um shelly1 para ligar a um motor de garagem e partilhar com a comunidade.

Não é nada de especial do ponto de vista técnico, mas é muito útil e pode ajudar os principiantes.

#1 - Ligar o shelly (ou similar) ao motor.

Os motores tipicamente têm uma ligação para serem ativados por via de um interruptor de parede ou daquelas chaves que tb costumam ficar na parede ao lado do portão. É precisamente aqui que ligamos o relay, conforme mostra a imagem:

image

Liguei o “PB” no 0 do Shelly e o “GND” no 1.
Depois disto é alimentar o shelly pela via normal a 220V que alimenta também o motor.

Tirei uma foto para verem melhor como ficam as ligações:

Passos seguintes:

#1 Configurar MQTT no shelly (ou qualquer outro device similar que usem)

#2 - Configurar como switch:

switch:
  - platform: mqtt
    name: garage_door
    command_topic: "shellies/shelly1-XXXXXX/relay/0/command"
    state_topic: "shellies/shelly1-XXXXXX/relay/0"
    payload_on: "on"
    payload_off: "off"
    retain: false

#3 - Criar um cover
(tenho na garagem um sensor para saber se a mesma está aberta/fechada e assim consigo saber o estado da mesma. Assim, quando está aberta, já não surge no interface a opção de clicar para abrir)

cover:

  - platform: template
    covers:
      garage_door:
        friendly_name: "Garage Door"
        position_template: >-
          {% if is_state('binary_sensor.door_window_sensor_xxxxxx','on') %} 100
          {% elif is_state('binary_sensor.door_window_sensor_xxxxxx','off') %} 0
          {% endif %}
        open_cover:
          service: switch.turn_on
          data:
            entity_id: switch.garage_door
        close_cover:
          service: switch.turn_on
          data:
            entity_id: switch.garage_door
        icon_template: >-
          {% if is_state('binary_sensor.door_window_sensor_xxxxxx','on') %}
            mdi:garage-open
          {% else %}
            mdi:garage
          {% endif %}

#4 - Aspecto final:

image

Utilizações interessantes:

Quem tiver Iphone pode integrar com Homekit e indicar: “Siri, open my Garage Door” o que é útil, quando estamos a chegar a casa (e temos o telefone emparelhado):

image

Quem tiver Alexa (e.g. echo dot) pode fazer o mesmo com a APP, indicado “Alexa, open my Garage door”.

(Para Android certamente existem soluções similares)

7 Likes

Bom trabalho. Obrigado pela partilha.

Boa Partilha. Parabéns

Boa tarde,

Antes de mais obrigado por este tutorial.

Tenho intenção de ligar o meu portão de garagem com o dispositivo shelly 1 e deparei-me com alguma dificuldades práticas :slight_smile:

As ligações do meu portão de garagem são ligeiramente diferentes daquelas apresentadas neste tutorial, pelo que tenho duvida onde ligar o 0 e I do shelly.

Vou colocar abaixo as fotos do esquema do meu portão.

Poderão dar-me algumas dicas de como proceder às ligações?

Obrigado

Não sei se será possivél pois a abertura e fecho são dois botões independentes e o Shelly 1 só tem 1 relé. Alem disso tens de configurar os jumpers do Shelly para usar 24V.

Obrigado pela resposta.

Nesse caso com um sonoff dual conseguirei dar a volta à questão?

Tendo em mente o esquema acima, consegues dar-me umas dicas de como deverei fazer as ligações?

Com o Sonoff só consegues usar em 220V a não ser que faças alteração para dry contact. A melhor solução será usar um Shelly 2 ou 2.5 que podem usar os 24V do teu sistema.

@Only_One: Assim de repente, como alternativa, tambem pode alimentar um simples relé (bobine 220v) com o Shelly1. Os contactos do relé (normalmente abertos) é que ligariam ao terminal 7 (pedonal).

@rui.fern: Se eu configurar os jumpers do shelly 1 para usar 24v (como sugeriu o @j_assuncao) e ligar ao terminal 7 (pedonal) poderia funcionar? em alternativa a usar relé de 220v?

Não precisas de usar relé nenhum. Se ligares ao pedonal vais abrir apenas uma parte do portão. Ou o teu portão só tem uma metade em vez de duas?

Sim, se o terminal 7 for para uma abertura que nao a desejada, entao usar o terminal 1 (start). Nunca usei o shelly em modo 24v, mas deverá funcionar desde que se ligue terminais positivos com positivos e negativos com negativos, e desde que a alimentacao do shelly seja atraves dos terminais portao. Aparentemente o shelly 1 aceita ser alimentado a 24V. (https://shelly.cloud/wp-content/uploads/2018/10/Shelly1_User_Guide_EN_v5.pdf)
Sinceramente, eu nao arriscaria a hipotese (mesmo pequena) de danificar o automatismo do portao (ou perder a garantia caso exista) caso o shelly avarie, etc.
Penso que os ±40cent do relé compensam a garantia de circuitos independentes, e é muito mais em conta que um shelly 2.5.

Sim, o portão é só de uma parte. Segue foto abaixo.

port%C3%A3o

@rui.fern, se existe esse risco, realmente fará sentido a utilização do relé.

A utilização do shelly 2.5 será apenas se tiver de usar 1 comando para abertura e 1 comando para o fecho, caso o comando 7 (pedonal) não corresponda ao esperado? O risco de danificar o circuito também ocorre com a utilização do shelly 2.5? @rui.fern: a utilizar esta alternativa necessito de 2 relés adicionais de 220v?

Obrigado pelas vossas respostas.

Corrigindo o que disse na 1a resposta, penso que o terminal 1 (start) já funcionará como abertura e fecho do portao. O terminal 2, que pode confundir um pouco parece ser apenas para botao de paragem de emergencia.
Logo, so há necessidade de implementar uma ligacao, logo um relé. Até porque um botao de emergencia via net/wifi nao seria muito seguro na mesma… O Shelly 2.5 poderia ser util de facto para implementar abertura total (para carros) e abertura parcial (para peoes), mas nao estou a ver outra utilidade.
Ao usar relés, nao estamos de forma alguma a provocar alteracoes ao sistema eletronico, pois sao utilizados os proprios terminais e enegia do portao, pois os terminais do relé sao como um interruptor.
Alimentar equipamentos com o transformador do portao funciona, mas normalmente é razao suficiente para perda de garantia.

@rui.fern a tua ideia do relé na saida do Shelly não faz sentido absolutamente nenhum! Se o Shelly tem um relé e funciona com os 24V que vêm do controlador do portão, para quê ligar um relé a seguir a outro relé para fechar o contacto?? Só se for para complicar e introduzir mais um ponto de falha…

@Only_One se é esse o portão podes ligar o Shelly 1 no terminal 1 que vai funcionar. Tem apenas atenção a diferença das ligações entre a v1 e a v2 do Shelly 1.

Shelly 1 v1:

Shelly 1 v2:
13941_6

Olhando ao shelly 1 que tenho aqui julgo ter a v3.

shelly%201

De acordo com o user guide, as ligações são iguais ao da v2 que colocaste acima.

Neste caso onde ligo o 0 e o I do shelly? Um ligarei ao terminal 1 e o outro? ao 8?

Viva @j_assuncao, o que nao faz realmente sentido é dizer que as outras ideias nao fazem sentido quando fundamentadas.
É evidente, que ao acoplar equipamentos desconhecidos (para a Proteco) dentro do sistema, se perde a garantia deste, caso o fabricante venha a saber.
A ideia da utilizacao de um relé é equivalente a um interruptor, logo nao coloca a garantia do equipamento em risco.

@rui.fern o Shelly tem um rele na saída que funciona como interruptor e por onde saem 0V quando desligado e 0V quando ligado. Em que é que isto é diferente de um interruptor?

Se reparares no esquema de ligações abaixo, podes ver que para ambos os tipos de ligação (230V ou 12/24-60V) as setas verdes não têm indicação de polaridade nem outra. Podes ter o Shelly a funcionar a 230V e controlar equipamentos de 24V ou ter o Shelly a funcionar a 12V e controlar equipamentos de 230V. Não importa o que entra pois está galvanicamente isolado da saída pelo relé.

As saídas 0 e 1 do Shelly são exactamente o mesmo que os contactos de um interruptor de parede.

@rui.fern, concordo completamente com o @j_assuncao… Não faz sentido absolutamente nenhum teres 2 relés “em série”… Para quê? O Shelly já tem um relé… E não funciona como um sonoff… É dry contact, ou seja, o circuito entre o I e o O é isolado da restante electrónica… !

Nesse caso nao é diferente, pois nao é como o sonoff. Mas relativamente a alimentar o shelly com o transformador do portao, mantenho o que disse.

AHhahhaHHAh… Ò @rui.fern seguindo a tua linha de raciocínio presumo que em casa tenhas uns relés montados nos interruptores de parede para o caso de um candeeiro avariar o fabricante não anular a garantia por estar ligado a um interruptor desconhecido…

Por acaso sabes o que é o Shelly e como funciona internamente ou estás a confundir com outra coisa qualquer?


Copyright © 2017-2020. Todos os direitos reservados
CPHA.pt - info@cpha.pt


FAQ | Termos de Serviço/Regras | Política de Privacidade