Z-Wave vs ZigBee

Comecei por instalar o meu HA num velho portátil, Hass.io (Lubuntu+Docker).
O HA detectou logo a minha smart tv :slight_smile: , agora o passo seguinte será escolher vários detectores de porta/janela, movimento e sirene.
a minha grande duvida é escolher dispositivos com protocolo Z-wave ou Zigbee.
Z-wave dizem serem melhores, mais seguros…
Podem ajudar-me a esclarecer qual a tecnologia a escolher? que marcas/modelos?

Bem vindo ao fórum da CPHA @Ferreirix e não esqueças de ler os nossos Termos do Serviço/Regras e a FAQ.

A questão não é que tecnologia escolher é o orçamento disponível. Posso dizer assim por alto que com um sensor Z-Wave compras 3 ou 4 Zigbee mas como em tudo é uma questão de escolhas. Aliado a isso há a disponibilidade do material, se quiseres material Zigbee vais ao IKEA, se quiseres material Z-Wave só online.

Relativamente a marcas Fibaro para Z-Wave e Xiaomi e IKEA para Zigbee.

Obrigado @j_assuncao pelas dicas, acabei de ler que se escolher Z-Wave tenho de adquirir um USB Stick (Vera, Wink ou Fibaro). Isso faz levantar outra questão, como cobrir com o HA os 2 pisos da minha casa? :thinking:
Não gostaria de ficar preso a um Hub (aberto à web), o meu objectivo é construir uma solução que me permita adicionar condições e decidir acções entre todos os sensores que for adicionando à plataforma.

Com a solução Zigbee podes usar uma CC2531 e usar o Addon Zigbee2MQTT ficando com uma solução que funciona com a quase totalidade dos equipamentos Zigbee de diversas marcas.

Relativamente à cobertura em si o IKEA tem um repetidores Zigbee por 9,90€ que basicamente são um carregador de telemóvel de 2A com um repetidor incorporado.

Hoje em dia não me parece muito lógico que se opte por z-wave em vez de zigbee… Zigbee é mais barato, há maior disponibilidade e é tão seguro como o z-wave… Não sei onde viste que o z-wave é mais seguro…
Há algum tempo atrás a oferta de zigbee era escassa e tão cara como z-wave… Mas hoje em dia, graças, inicialmente, à Xiaomi e depois ao ikea, isso mudou…

Eu uso Z-Wave, não tenho muitos equipamentos mas os que tenho, só posso dizer maravilhas. NUNCA tive problemas com Z-wave, ao contrário do zigbee e do Wi-Fi que meia volta tem pouco alcance.
O Z-Wave e zigbee tem uma vantagem muito boa, que trabalham em mesh, cada equipamento replica o sinal (desde que ligados à electricidade e não bateria), então mesmo que um equipamento não consiga aceder ao router diretamente, ele comunica com outros equipamentos para eles comunicarem até ao router.

Exemplo:

Uma vantagem do z-wave em comparação com o zigbee é que trabalha numa frequência diferente do wifi, então, menos interferências. O zigbee trabalha a 2.4Ghz enquanto que o Z-wave ~ 800Mhz

Com zigbee no meu caso, mesmo com os repetidores acima mencionados, tenho problemas e muitas vezes perde sinal. No meu caso, é uma má experiência.

Quanto ao preço, concordo plenamente que Z-wave é estupidamente caro. Zigbee é muito mais económico.

A questão da colocação do CC2531 é muito importante assim como a correcta configuração do canal utilizado.

Tenho um CC2531 que me cobre cerca de 80% de uma casa de pouco mais de 100m² com apenas um repetidor…

Sobre a questão do canal, o @tmarquespt tem uma excelente publicação sobre isso.

Coexistência ZigBee e WiFi

No meu caso, tenho um CC2531, CC2530 e posteriormente coloquei um repetidor do IKEA 5V e não me resolveu grande coisa, meti os repetidores em sitios estratégicos e mesmo assim…

O canal usei um que não interferisse com a rede wifi. Por exemplo, no wifi tenho 2 APs canais 1 e 6. Zigbee canal 11

O tipo de construção também influencia muito a qualidade do sinal mas como em.tudo cada casa é um caso.

A análise para a decisão “ideal” do canal zigbee deve ser feita a nível de todo spectrum . Ou seja, o wifi da vizinha também conta :face_with_raised_eyebrow:
Existem hubs que fazem essa análise e escolha de canal por nós. Contudo, tens outras regras básicas de comunicação por rádio… como não ter o hub e o router com as antenas muito perto,…

Para um cenário sem o cc… só posso dizer muito bem do zigbee (com o hub da Philips hue). Tenho dezenas de devices entre lâmpadas, tomadas, comandos,…
Passado vários anos, desde que instalei, até hoje, tive 0 problemas em alcance e comunicação. A cobertura no meu caso é superior a 100%, porque cada device (lâmpadas, tomadas,…) que estão ligados a uma fonte de energia sem bateria é um repetidor de sinal.

A maior vantagem que vejo em optar por zigbee é o preço e diversidade em produtos e opções que as grandes marcas estão a apostar neste segmento.

Eu concordo com o que foi dito pelo staff da CPHA… Nos dias de hoje optar por z-wave como primeira opção quando ser quer por vários produtos a falar entre si… Não parece de todo o caminho a tomar ainda para mais quando queremos por o HA ao barulho. Não quer isto dizer que os produtos z wave não tenham qualidade ou que não sejam bons… Mas como disse nos dias que correm e com alguns gigantes envolvidos diria até mesmo que a z-wave tem os dias contados.

O canal 11 de zigbee bate no 1 de WiFi.
Vê lá o link que o manager te disse :wink:

1 Like

Quanto à questão zigbee vs zwave não te posso responder com conhecimento de causa porque não tenho zwave. Dependendo do objectivo deves analisar vários cenários.

Eu tenho Philips hue para lâmpadas, cc2531 para sensores e interruptores (poucos) e WiFi para o resto

Se fosse começar hoje do 0, fazia igual. Por motivos que desconhecia inicialmente, mas dos quais hoje não abdico. A bridge da Philips permite touchlink. Na prática consigo emparelhar a lâmpada com a bridge e portanto ter no HA, e emparelhar comandos com a lâmpada diretamente. Se falhar o HA ou a bridge o comando funciona sempre. E isto para mim é (hoje) imprescindível.

Tenho um bebé e o dim é uma função muito importante na luz do quarto. Fui de férias, levei uma das lâmpadas com o respectivo comando, e mantive o cenário na casa de férias(lâmpada + comando) Voltei, enrrosquei a lâmpada e tudo a funcionar como anteriormente com a lâmpada a aparecer no HA.

Para a minha utilização, e do que conheço, não optava por outra tecnologia. As experiências variam obviamente com os utilizadores.

Fui early adopter do zigbee2mqqt. Sofri, muito, a imaturidade da coisa. Evoluiu bastante, mas para iluminação não chega aos calcanhares da bridge hue (por enquanto). Tive muitos problemas com zigbee2mqtt e depois de muitas reconfigurações da rede, ficou impecável com 2 repetidores zigbee. Numa casa com 140m2. Até então tinha sempre problemas que até pensava serem dia interruptores. Na minha experiência as lâmpadas tb não ajudam. Existem muitos equipamentos zigbee que se apresentam à rede como router mas estragam mais do que aquilo que ajudam, bastando 1 para atrofiar a mesh toda.

No meu caso, a melhor distribuição dos repeaters não era a proximidade mas sim o Open field (com curvas)

O da cozinha ligava ao CC da sala e o do corredor só via o da cozinha. Outros casos podem ser diferentes.

Screenshot_20190903-233135_Chrome

A vermelho o CC. azul os repeaters do IKEa


Copyright © 2017-2020. Todos os direitos reservados
CPHA.pt - info@cpha.pt


FAQ | Termos de Serviço/Regras | Política de Privacidade