Dúvida - Shelly 1 PM Vs Shelly1

Hoje vi um novo produto Shelly que me pareceu interessante:
https://shelly.cloud/product/wifi-smart-home-automation-shelly-1pm-switch-relay/

Basicamente penso que é um shelly1, com a diferença que faz medição de consumos?

Se for a ideia poderá ser interessante para colocar em algumas tomadas e sempre fica mais barato do que um shelly 2.5.

Concordam, ou entendem que esta é uma má opção para colocar nas tomadas para fazer medição+controlo on/off das mesmas?

Eu estou bastante satisfeito com o shelly1 e shelly2, pois no último upgrade já vêm com mqtt e a ligação com o HA é muito rápida de se fazer sem necessidade de mudar firmware. Até agora têm funcionado muito bem e tenho alguns relativamente longe do router.

BTW:
O shelly 2.5 já está disponível em pré-venda desde hoje e supostamente vão começar a enviar no final do próximo mês. Para persianas e interruptores duplos não tenho qualquer dúvida que foi a melhor escolha, dada a simplicidade da configuração.

Honestamente acho que é uma ótima solução, em certas tomadas pode dar um grande jeito ter a medição de consumo. Só tens que ter em atenção a Amperagem que não pode ser superior a 16A, mas convém dar uma margem, considerando talvez os 13-14A máximo

O próprio device desliga-se caso exceda o limite ou entre em sobreaquecimento, eu pretendo colocar para controlar consumo de algumas coisas.

Relativamente a Shelly 1 PM é necessário flashar para aparecer no HA? Li algures aqui na forum que o Shelly 2 já não era necessário. estou errado?

O firmware dos shelly já permitem a alguns meses comunicação por MQTT. Por isso, não é necessário fazer o flash só para comunicar com o HA.

Contudo, existem outros firmwares com muitas funcionalidades diferentes do original… sendo atualmente o principal motivo para alterar, caso exista necessidade específica.

1 Like

Viva,

Confirmo que tanto no Shelly1 como Shelly2 tens a opção do MQTT e não precisas de flashar.

Estou a utilizar nos estores o shelly2 e não vejo necessidade absolutamente nenhuma de flashar. Havia um tema que era a limitação da potência para não estragar o motor, mas o shelly2 também tem isso no firmware atual.
Estou a usar o shelly1 em interruptores e também não vi mais valia nenhuma em flashar.

Ambos têm funcionado muito bem, mas agora também fico curioso e deixo aqui a questão de quais serão as funcionalidades em concreto que poderemos ganhar em flashar neste momento?
(é algo que não estava nos meus planos, mas não deixo de lado a hipótese se houver mais-valia)

1 Like

Pois também fiquei com essa duvida.

Será que a vantagem do flash está relacionado com a possibilidade de manter o interruptor “normal”. ou mesmo com o firmware mais actual isso também é possível?

Tudo isso é possível com o firmware atual. Tenho por exemplo um num interruptor simples e tenho outro num comutador de escadas.

1 Like

Ok nice. isso não sabia.

Tens inúmeras funcionalidades adicionais que só encontras em firmwares como o tasmota, ex:

  • KMX por ip. Permite atuar dispositivos diretamente (tipo uma tomada wifi) pelo interruptor ou, enviar/ receber instrução do bus knx por gateway.
  • RULES - criar regras com base em horários, temporizador, mqtt, sensores,…

Contudo, se não existir uma necessidade específica não vejo motivo em mudar. A não ser que queiras ter a garantia e certeza do código que está a ser executado no equipamento é do teu conhecimento. Algo que só um firmware opensource disponibiliza.

O caso do tasmota é inclusive dado como um firmware alternativo (não perde a garantia) pela própria shelly.

1 Like

Viva. nenhum de vos é da zona de caldas da rainha? tenho shelly mas nao estou a conseguir dar com as ligacoes…

Este tópico foi automaticamente fechado 90 dias após a última resposta. Novas respostas não são permitidas.


Copyright © 2017-2021. Todos os direitos reservados
CPHA.pt - info@cpha.pt


FAQ | Termos de Serviço/Regras | Política de Privacidade