Construir casa com alguma domótica Sonoff

Viva,
Nos últimos dias tenho estado a ler muito, mas não sei se do que li, resultou uma correcta compreensão do funcionamento da domótica.

No meu caso, estou a projectar casa e pelo estudo que estive a fazer, por exemplo,

1 - Se comprar 10 interruptores mecânicos duplos, para controlar estores, da Efapel Apolo 5000 gastarei +/-55€, se mais tarde lhes quiser dar alguma inteligência, terei de comprar os shelly 2.5 que custam no mínimo s/portes 21€, ou seja pago 5,5€ por interruptor + 21€ por Selly o que significa que para 10 estores ficará em +/-265€ o processo todo.

2 - Se comprar os mesmo 10 interruptores mas sendo os Sonoff T0 2CH, que encontro no Aliexpress por packs de 3, a vir de França já com portes, fica cada a 15€. Ou seja por 150€ consigo ter logo desde inicio os estores a funcionar através de interruptor táctil na divisão ou remotamente.

3 - Se para os quartos, comprar Sonoff T0 3CH, para controlar a iluminação do tecto e os estores no mesmo interruptor, a poupança ainda será maior. Pois por 16€ compro este modelo de equipamento, enquanto se fosse para os mecânicos, teria que ter um kit Estore+Shelly 2.5 e outro kit Iluminação+Shelly 1, o que me ficaria muito mais caro.

Já tive confirmação de vários vendedores on-line, que claro está querem vender, que os Sonoff TX, funcionam mesmo que não haja wifi/lan, ou seja havendo problemas de rede terei na mesma iluminação em casa.
É verdade?

A nível do funcionamento em escada, que à partida será no corredor entre 3 interruptores, e a iluminação exterior que já serão mais circuitos e interruptores, mas pelo que li não há necessidade de passar mais cabos, pois havendo conectividade, é possível configurar na aplicação que quando carregar no botão X ele desliga a lâmpada que foi ligada pelo botão Y que está na outra ponta do corredor ligado à mesma lâmpada e vice-versa, ou seja, a lâmpada está ligada a 2 interruptores diferentes mas os interruptores não estão ligados entre si. Isto funciona mesmo assim? Ou tenho que ter os interruptores na mesma ligados entre si para fazer a comutação de escada?

Tirando esta situação do corredor e da iluminação exterior, o resto da iluminação será o simples liga e desliga, com mais ou menos botões, consoante a dona da obra me autorize :sweat_smile:.

A nível do portão da garagem e do exterior para acesso à entrada, pelo que tenho lido, será sempre melhor controlar por Shelly 2.5 por poder alimentar o Shelly directamente no motor a 220v ou a 24V conforme o motor. Se bem que dava-me jeito poder abrir ambos do interior da garagem recorrendo aos Sonoff TX.

Alguém me pode confirmar se estou a pensar bem a coisa e se isto efectivamente funcionará na prática, já que a instalação será feita a contar em mais cedo ou mais tarde ter algum grau de automação na casa pelo que haverá sempre o neutro extra necessário em cada circuito.

Como todos os euros contam, penso que com a solucção sonoff, poupo em material eléctrico da obra, quantidade de caixas de parede, espelhos, tempo de trabalho etc.

Depois de estar instalado na casa, a ideia será comprar um Raspberry, instalar o HA e ver o que consigo fazer, porque já não programo há décadas. No imediato a ideia seria não ter que sair da cama, para ir fechar estores, ver se as portas estão fechadas, etc. Actualmente tenho Aqara no apartamento.

Há 20 anos montei um mini PLC e modem GSM em casa mas que só me abre os portoes, acende umas luzes e faz de alarme … eheheh.
Depois de ler umas coisas, resolvi tentar aprender qualquer coisa mais e tb me estou a iniciar no HA e afins, ainda não tenho grd esperiencia nem hardware (1 Rasp Pi4 com HA, 1 Shelly, 1 Sonoff mini Tasmotizado , 1 wemos D1 mini Tasmotizado , este ultimo com intuito de aprender e tentar desenvolver controlador para dois portões com fins de curso aberto e fechado) , por isso não posso responder a todas as duvidas com grds certezas, mas se disser asneira alguem corrige de certeza.

Sonoff, Shellys , etc, funcionam sem wifi, mas atenção só no proprio aparelho , para a comutação de escada sem wifi, terias de passar condutores para os varios pontos de comando / comutadores que possas ter (tb é possivel usar botões em vez de comutadores).

Para os estores, aqui pelo forum o que vejo a malta a usar mais , são os shelly 2.5 , quanto aos Sonoff T0 2CH/3CH , não faço ideia das capacidades, se dão para tamotizar …etc. Contudo no campo da tecnologia e informatica , tudo deve ser possivel, e pelo que li no forum , há alguns “nerd´s” muito entendidos e sempre prontos a ajudar, alguns dos “post” já me ajudaram a resolver duvidas.

Se quiseres ser mais aventureiro, podes sempre criar os teus controladores personalizados com um wemos D1 mini ou node MCU, associando mais umas “electronicas” (fonte, reles, sensores …etc) e um ferro de soldar … o ceu é o limite :smile:

Duvida de curioso e que tem portadas em casa (deve ser dificil/caro automatizar) , como funcionam os estores, qd chega ao fim do seu movimento o motor desliga automaticamente mesmo continuando com botão ligado? tem fins de curso que informem do estado aberto/fechado?
O controlo através de um shelly seria sempre com timer nas saidas?

Para comutação de escada a partir de outros Sonoff , terias de ter wifi ligado e alguma configuração nos mesmos ao nivel das rules acho eu, mas aí já é sair do nivel 0 entrar no nvel 1 ;).

Normalmente o wifi falha qd tb falha a luz, por isso …
Para evitar que o sistema vá abaixo com falta de energia, já tinha uma UPS de 24V para o PLC, vou manter e aproveitar , com recurso a step/down´s para 12VDC (alim. router) e 5VDC (rasp pi4 e modulos MCU ) para alimentar o novo sistema que ainda não saiu de cima da secretária.

Sim a ideia da comutação por escada só funcionar por Wifi, era o que eu tinha visto e que se quisesse mesmo física, teria que passar na mesma os cabos. Neste momento como ainda só estou a “ensaiar” onde irei colocar os interruptores e de quantos canais, ainda não me debrucei muito sobre a cablagem.

De acordo com o site da Sonoff dá para usar vários equipamentos entre eles os TX, que são o que me interessa. Quanto ao funcionamento, suponho que seja igual ao dos mecânicos.

Já li algures alguém que conseguiu programar com algum tipo de temporizador na aplicação, para carregar e abrir tipo durante x segundos, o problema é que isso só funcionava se a pessoa souber onde está o estore. Porque se já estiver todo aberto e carregar para abrir, basicamente julgo que o motor vai estar a tentar abrir o estore já aberto, durante 16seg.

Tenho uma empresa da qual aguardo orçamento, que me disse que da A-OK, existe uma gama de motores que fazem comunicação bi-direccional, ou seja comunicam se abriram/fecharam/obstáculo/etc. mas são mais caros que os normais. Não sei quão mais caros, porque não recebi ainda o orçamento, mas são mais baratos que os Somfy, pelo menos foi o que me disseram. Agora se a diferença de preço compensa, é outra história.

Como vou ter foto-voltaicos, a falha da luz a ser de dia, julgo que estará mitigada pelo menos para os abrir.
Se for de noite, paciência vou dormir mais cedo.

Neste momento, estou mais inclinado para sistemas plug & play, mas mais tarde definitivamente quero aprofundar a coisa até para optimizar o uso do foto-voltaico e afins.

Para não falhar é melhor ires pelos plug&play e depois vais desenvolvendo, por isso é que os meus ainda não sairam de cima da secretária … até estar mais à vontade com o funcionamento.

Foto-voltaico com baterias e inversor serve de UPS para os sistemas criticos ( onde podes incluir estores e portões garagem).
O sistema de baterias pode inclusive ser carregado durante a noite (energia mais barata bi-horario) e usares durante o dia se a potencia do solar não cobrir todas as necessidades , não sei é custos e se compensa o investimento.

Podendo opta por estores que permitam obter informação de estado, acho mais interessante do que estar com timers e duvidas na posição.

As baterias para mim ainda são muito caras e o tempo de vida muito curto. Não veria retorno tão cedo. É exactamente a mesma situação de que fazer um furo para consumo de água que ainda me sugeriram no outro dia e o preço é quase o mesmo.

Os estores bidireccionais, para além do preço depois a minha dúvida seria se existe alguma forma de usar com o HA.

Não há quase nada , que não se consiga integrar no HA, pode haver necessidade de hardware extra como zigbee, z-wave, RF , IR …etc e depois muita procura na net e foruns.

Os A-OK pelos menos da rapida vista de olhos que dei no site parece ter pelo menos RF,assitente voz e phone

Então bate certo com o que o vendedor me disse. Vamos lá ver é o preço. :sweat_smile:

Se vais fazer de raiz centraliza a instalação. Controladores no quadro com os fios a sair do quarto directo as lâmpadas/estores e cabo de rede aos interruptores. Podes montar os interruptores que quiseres (não ‘Smart’) e nunca vais ter problemas com WiFi.
Em qualquer altura podes trocar a parte de controlo total ou parcial/ por outras marcas que tens sempre tudo no mesmo sítio.

Qt aos sonoff Touch experimenta primeiro antes de colocar uma casa toda com isso. Requerem habituação ao sítio e forma como lhes tocas e se forem duplos ou triplos tens de andar a fazer pontaria a bolinhas dentro do interruptor :point_left:

Poupar uns euros na fase de construção de uma casa parece-me má política porque vais condicionar toda a experiência de utilização para o futuro

4 Likes

Também vou construir agora mas estou perdido neste mundo. Não queria gastar muito dinheiro mas queria deixar preparado para o futuro. O que recomendam? Posso enviar a planta para melhor entendimento. Obrigado.

Portanto a sugestão, é colocar no quadro 1 disjuntor por cada circuito e depois mais tarde colocar a “inteligência” nos circuitos que tiverem interesse mas toda no quadro.

E como é que eu sei se o quadro tem espaço para depois colocar os equipamentos todos à posteriori?

Assim deixo de estar dependente de eventuais problemas de conectividade.

Já tínhamos pensado nisso. E pelo que estive ontem a ver a nível de custos, o investimento inicial é muito inferior.

E pelos vistos vão sempre aparecendo promoções/campanhas, seja da Shelly seja da Sonoff, que poderei aproveitar para ir comprando equipamentos.

A minha opinião vai de encontro com o que disse o Tiago, centralizar tudo no Quadro com “fios” (condutores) a sair para todo o lado.
NOTAS:

  • Prever um espaço grande para colocar o quadro electrico, há mais de 20 anos deixei 800mm x 1000m (LxA) para os disjuntores , diferenciais etc. e 1000mm x 800mm (LxA) para automação , tv, telefones (hoje é necessario projecto ITED). actualmente com a tralha que fui metendo já não há espaço ;).
  • Prever tubos para todo o lado ex: tomadas , lampadas, interrruptores, sensores movimento, sirene alarme , portoes , camaras CCTV , antenas , entrada de TV cabo inferior e superior , caldeira , AC , TV , tomadas rede … etc , etc…
  • a passagem de tubos e condutores para cada circuito , não deve impedir ou condicionar que se faça o controlo convencional , ex: passas tubo para iluminção do quarto de forma a que possas comandar a iluminção com interruptores convencionais, assim permite teres inicialmente um sistema classico , com infraestrutura de tubos que permite a evolução para automação.
  • Se gostares de andar sempre a inventar coisas novas , passar muitos tubos para todo o lado , mesmo que não os uses agora é bom.
  • No caso de ser vivenda grande optaria por tubos de secção generosa e no meio do percurso da tubagem , deixar caixas com acesso, isto para facilitar passagem do condutores e distribuição de circuitos pelas diversas zonas e divisões. Ao deixar tubos directos do quadro para as divisões tive uma difuculdade extra na passagem de alguns cabos.
  • Já vi ourtras soluções de: - rodapés falsos embebidos nas paredes (tipo calha tecnica embebida só com a tampa acessivel e a fazer de roda pé ) que permitem flexibilidade quase total da instalação; - fazer um genero de calha tecnica embebida no pavimento com tampa inox ou igual ao acabamento do chão (mesmo em vivendas) .
1 Like

@carloselmano pesquisar aqui no fórum responde a muitas das tuas questões, basta clicar na lupa ali em cima à direita, do lado esquerdo do teu ícone de utilizador…

Por exemplo:

:cpha_discord_icon_yes: Vou comprar/construir/remodelar uma casa, como a devo preparar para a domótica?

@j_assuncao obrigado pea info , já dei vista olhos peo teu “post” está esclarecedor, apenas não gosto é de tubos corrugados. Agora chão técnico falso em vivendas não é para todos :wink:

Agora Offtopic:
Os foruns tem muita e boa informação sem duvida alguma , o dificil as vezes é de a manter organizada e a malta ás vezes tb não ajuda.

Quanto à procura nem sempre nos trás os resultados que procuramos (por exemplo por não estarmos a usar os termos certos) depois a malta tb tenta ir sempre pelo caminho mais facil e pergunta, sendo que muitas vezes a resposta anda por ai…
Ajuda-me numa coisa, no forum há alguma forma de “chat” com mensagens de duração temporaria (para não “poluir”) , onde se possa colocar questões (que até podem estar respondidas) e nos possam ajudar e encaminhar para o topico certo?

Olá @PDM!

Aqui no fórum não temos chat mas podes sempre ir ao nosso servidor de Discord para fazer alguma pergunta simples ou tirar uma duvida.

1 Like

Copyright © 2017-2020. Todos os direitos reservados
CPHA.pt - info@cpha.pt


FAQ | Termos de Serviço/Regras | Política de Privacidade