Plano de backup em caso de falha

Bom dia a todos,

como teste, coloquei numa zona pouco frequentada, um esp8266 a controlar as luzes. O ESP (com o firmware ESPhome) estava ligado a um RPi que tinha o HA. Como ainda estou muito no início e também para não andar a inventar muito com a instalação electrica, as luzes eram de dois candeeiros “portáteis” e não interferiam com os interruptores e afins…

Vantagens

  • Controlava as luzes com o telemóvel;
  • À noite ligava e de dia estava desligado;

Desvantagens

  • Não tinha como controlar a luz sem ser com o telemóvel;
  • Não tinha nenhum sistema de failsafe implementado para o caso de falha;

Um dia destes o ESP deixou de funcionar e como a única forma de controlar era com o ESP fiquei sem luz nessa divisão da casa. Não foi uma situação “grave” e aquela zona tinha sido escolhida para o caso de dar problemas futuramente, mas deixou-me a pensar… como é que vocês tem as vossas configurações e como garantem que continua a funcionar caso alguma coisa corra mal?

Outra questão, é possível manter os interruptores mecânicos (os que tem dois estados) e continuar a usar, por ex. um BH onfre? Podem controlar tanto no telemóvel como fisicamente?

Tenho algumas (bastantes) dúvidas de como ter uma solução que em caso de um ESP falhar não ficar as escuras, e como ter o melhor dos dois mundos. Controlar pelo telemóvel e também controlar fisicamente.

Todas as sugestões são bem vindas.

Cumprimentos e um excelente ano para todos.

Não tenho conhecimento que exista uma forma simples e económica de ter um circuito doméstico como um interruptor de parede a ser controlado de forma física e por um iot (tipo esp) num único interruptor. Contudo, não será normal um esp avariar. A título de exemplo, tens aqui no fórum muitos utilizadores a utilizar diariamente bhonofre, sonoffs,… a alguns anos sem qualquer avaria e com a casa toda ligada aos tradicionais interruptores de parede de posição fixa.

Caso pretendas ter em paralelo os dois sistemas (fisicamente e por esp), a solução que encontro mais económica (não muito prática) será ter em paralelo 2 interruptores (um com o esp para utilização diária e outro manual)… ou, utilizar 2 interruptores a funcionar como se fosse um circuito de comutação de escada. Num único interruptor creio que não exista equipamento que permitam fazer o que pretendes de forma simples, prática e económica.

No caso de candeeiros de mesa e afins, podes utilizar lâmpadas zigbee (Ikea, Philips,…) e interruptores zigbee. Desta forma, caso algum falhe podes ligar/desligar no interruptor físico para ligar/ desligar a lâmpada… a mesmo lógica pode ser utilizado nos interruptores para iluminação de teto, deixando o de parede sempre ligado e só utilizar os outros interruptores de IOT para fazer a comutação diária da iluminação.

Como disse no início, não acredito que exista forma simples para ter um sistema paralelo sem entrar em compromissos de outro tipo.

Olá! Muito obrigado pela resposta.

Eu mencionei que o ESP avariou como forma de simplificar a “história” toda.
Pelo que estive a ler, é possível ter o interruptor em paralelo com o ESP, o que acontece em alguns casos é que a posição dele pode não corresponder com o estado a lâmpada. Por ex. em alguns casos, nos interruptores duplos, podem as duas luzes estar ligadas e estar um para cima e outro para baixo. Nesse caso não faz muito sentido. Se calhar o ideal será trocar pelos de mola.
Os interruptores que tenho lá em casa estão a começar a precisar de uma manutenção e uma vez que vou ter que mudar estou a pensar nas várias soluções…

Mais uma vez obrigado pelo teu input.


Copyright © 2017-2020. Todos os direitos reservados
CPHA.pt - info@cpha.pt


FAQ | Termos de Serviço/Regras | Política de Privacidade