Detecção de inversão de temperatura para fecho de estores

Olá malta!

Neste momento tenho os estores a abrir e a fechar segundo uma condição de tempo, ou seja, a abrir e a fechar a uma determinada hora. É bom mas não o ideal.
Os benefícios térmicos são de tal ordem bons, que queria maximizar este aproveitamento (especialmente neste tempo de frio em que cada raio de sol vale €€).

Então gostaria que me ajudassem a estabelecer uma automação com base em variáveis template ou qualquer coisa do género de modo a detectar quando a temperatura do compartimento volta a ter uma tendência decrescente e não crescente e aí fechar o estore de modo a conservar a energia acumulada. (Isto é particularmente interessante em dias que ora vem sol ou nuvens).

A minha ideia era:

  1. Registar uma Temperatura A num instante
  2. Passados 15 min verificar qual a temperatura e compará-la com a Temp. A
  3. Quando p.e. este valor for abaixo de -1ºC ele acciona o estore
  4. Passados estes 15 min, o valor da Temp. A também tem de ser atualizado

Não sei se me fiz entender. Da minha experiência já, fiz automações com uma variável template, mas que subtrai 2 temperaturas, mas o valor é actualizado permanentemente. Não sei como guardar um valor…etc

Alguém pode dar alguma dica ou fez algo do género?

1 Like

Olá Marcos,

A tua ideia é muito interessante :grinning:

Eu tenho uma coisa semelhante a funcionar mas usei NodeRed, não sei se isso é uma hipótese para ti.

No meu caso o objetivo era melhorar a eficiência térmica (tal como tu) mas também reduzir os impactos da luz solar nas madeiras e mobílias expostas diretamente à luz solar.
Como tenho janelas (e portas de vidro) viradas quer para norte, quer para nascente, há comportamentos distintos para cada caso.

Tentando resumir, o que fiz foi: regra geral a abertura das persianas acontece ao nascer do sol e o fecho depois do pôr do sol (automaticamente variável conforme a altura do ano).

Nas persianas viradas a nascente vou buscar a previsão meteorológica para o próprio dia, para o final da manhã, e vejo qual o fator previsto de radiação ultravioleta e qual a previsão de nuvens.
Caso a radiação ultravioleta seja superior a 2 (se nao me engano) e não houver previsão de nuvens, então não abro as persianas viradas a nascente até à hora do sol ficar na vertical.

Infelizmente não te consigo ajudar nas automações do HA porque como achei o nodered muito mais fácil de usar, acabei por migrar todas para o nodered há uns tempos. Mas se precisares de ajuda no nodered apita :grin:

2 Likes

A ordem de fecho que tenho actualmente é 30 min antes do por do sol. Funciona bem.
Acontece é que há dias nublados ou parcialmente nublados e nesses já verifiquei por exemplo que um quarto pode aquecer 3°C com sol e depois o sol desaparece e durante o resto do dia perde isso.

Não uso node red apenas porque não tive ainda tempo para investigar…

Provavelmente irei fazer com um sensor de luminosidade da xiaomi. No entanto achei que nada melhor que a avaliar a própria temperatura do espaço para avaliar se se justifica ou não o fecho dos estores

1 Like

Boa tarde.
É exactamente o método que uso para fechar os estores nas divisões onde não está ninguem quando a temperatura interior começa a descer.
Para calcular a “Derivada” da temperatura (ou “taxa de variação”) criei dois filtros “Passa Baixo” (amortecimento) com constantes de tempo diferentes. O resultado da subtração dos dois valores do filtros dá algo que se assemelha a uma derivada que serve perfeitamente o nosso propósito.
Para implementar os filtros “passa baixo” usei a platform " Average Sensor for Home Assistant" que instalei com o HACS mas acho que com o “statistics” também deve funcionar. O filtro “long term” tem em conta os valores amostrados durante um hora e o “short term” considera 30 minutos.
Posso mostrar como ficou se houver interesse.

image
Para mostrar o resultado (se o upload da imagem funcionar), a linha vermelha dá-nos o valor do “rate” que é positiva quando a temperatura sobe e negativa quando desce.

Existem sensores no HA próprios para isso mesmo - tendências. Tornam isto super fácil.
São os Trend sensors

1 Like

Consegues partilhar a tua automação para os estores em nodered. Achei muito interessante e gostava analisar

Obrigado, Nuno. Acho que perdi tempo a reinventar a roda.

Antes de mais agradeço a todos as partilhas e o interesse no tema.
Pelos vistos é mesmo algo mais comum do que pensava.
Caro @Marco_Moiron e @filipejps, se não se importam vou começar por explorar a sugestão do @Maddoctor que me parece mais simples para a minha situação.

Podem também explorar aqui: https://www.home-assistant.io/integrations/trend/

Vou explorar e testar e volto aqui com mais dúvidas ou resultados!

1 Like

Olá João,

Tentei exportar o Json mas vai lá uma série de coisas, nomeadamente coordenadas GPS da minha casa que não queria partilhar :laughing: (e não estou com mto tempo para andar a limpar o json à mão)

Por isso vou por aqui uns screens a ver se ajuda. Não ligues à desorganização e eventual má estratégia de implementação, ainda ando a aprender a usar o nodered.

1 Like

Pois… bem me parecia que estava na hora de eu aprender node red… parece-me bem mais simples que a imensidão de binary sensors que tive que criar para usar como triggers e condições para as automations. E este parece um bom exemplo para me inspirar.

1 Like

Copyright © 2017-2020. Todos os direitos reservados
CPHA.pt - info@cpha.pt


FAQ | Termos de Serviço/Regras | Política de Privacidade